Palácio LibanêsLebanese Style Belly Dance

A dança do ventre no Líbano é semelhante ao estilo egípcio, pois utilizam por muitas vezes as mesmas músicas árabes e as mesmas referências culturais. O único diferencial entre os dois é a maior influência da dança folclórica libanesa no estilo. Como os outros estilos da Europa Oriental, o libanês é muito antigo, muito provavelmente contemporâneo aos fenícios.

Atualmente, é considerado uma mistura inteligente entre a dança do ventre egípcia e a turca, sendo que a libanesa é mais energética que a oriunda do Egito e ainda mais suave que a da Turquia. O estilo atual foi fortemente influenciado por algumas fusões mais modernas, incorporando os elementos ocidentais de dança. Foi a partir de Nadia Jamal, famosa bailarina, que muitas dançarinas libanesas decidiram colocar um diferencial em seus visuais. Passaram a utilizar salto alto em suas performances, conquistando ânimo, energia e descontração em suas apresentações.

Características, Trajes e Música

Véu Dança do VentreOs movimentos da dança do ventre libanesa podem ser complexos e intrincados. Abdômen, quadril e o modo de andar sofrem essas modificações na movimentação.

O shimmie é caracterizado pelo rápido tremor ou estremecimento rítmico ou arrítmico localizado no quadril, ombro, tórax e executado solto ou geral ondulando por todo o corpo. Esse movimento pode ainda se manifestar na dança como uma descida ou subida do corpo ou de torção dos quadris. Os shimmies geralmente são mais amplos e informais, seguidos de deslocamentos simplificados. Os braços agem elegantemente, principalmente quando está relacionado ao estilo clássico, a Era de Ouro do estilo egípcio.

Os trajes usados são elegantes e consistem em duas peças típicas: um top decorado e um cinto, geralmente frisado, sobre uma saia. O uso de ricos tecidos e joias são frequentes e se assemelham à dança do ventre egípcia.

No caso, o estilo bedleh é mais comum, pois as dançarinas são autorizadas a deixar o abdômen à mostra em espetáculos públicos. As saias costumam ser simples e mostram mais o corpo da bailarina. A música, tal como acontece com os estilos egípcios e turcos, predomina tanto o tradicional como o moderno árabe.