Bandeira TurquiaTurkish Style Belly Dance

Originalmente sob o nome de “gobek dans”, o estilo turco da dança do ventre foi influenciado por várias danças folclóricas da Turquia, especialmente as construídas por ciganas que viviam no país, até os dias atuais se desenvolve.

Próximo ao ano 1.200, relatos históricos apontam uma dançarina chamada Kucuk Hanin como uma das primeiras a manifestar a dança do ventre na época do Império Otomano.

No harém, as dançarinas dançavam para os sultões e kocheks, dançarinos que se travestiam e substituíam as que, em sua maioria, não seguissem os padrões do islamismo. Os kocheks eram conhecidos por usarem bigodes para evitar ataques sexuais de pessoas que, por algum motivo, os confundissem com as dançarinas. Uma interessante representante dessa passagem histórica foi a dançarina do ventre Salomé, personagem bíblica que apresentou-se em troca da cabeça de João Batista.

Por possuir alguns pontos em comum com as eras de Ouro e Clássica do Egito e do Líbano, o estilo turco compartilha os mesmos significados com a dança oriental e árabe que são exemplos de categorias em que os ritmos são estruturados em 5, 7 ou 9 tempos com ritmos de 4 e 8 tempos com a seguinte diferença: A dança do ventre turca é muito mais alegre e expansiva.

Palácio TurcoCaracterísticas e Referências Atuais

No estilo tipicamente turco, o uso frequente do bastão é destacado como uma de suas principais características. Mas, se a bailarina utiliza em suas performances um véu, isso destaca a influência dos moldes egípcios.

A popularidade da dança do ventre na Turquia é altamente considerável, pois está presente nas celebrações, cerimônias de circuncisão, festas de casamento e nos programas de televisão. Nos espetáculos noturnos é muito comum os espectadores pagarem as dançarinas colocando dinheiro em suas vestes.

Recentemente, as escolas e academias direcionadas à esse ramo se proliferaram surpreendentemente pelas cidades e centros urbanos de Istambul. Isso se justifica pois, inesperadamente e com a finalidade de parecerem modernas, o interesse de jovens turcas pela dança do ventre tornou-se uma busca crescente nos últimos anos. A dança oriental se destaca pela retomada da sensualidade e retrata algumas tradições que foram proibidas no país por muitos anos.